biblioteca virtual  
IntroduçãoVída Política Sanitarista Pessoal Matérias na Imprensa Depoimentos Galeria de Imagens Linha do Tempo Banco de Dados

voltar para home enviar por email versão para impressão

Mesmo no período de censura à imprensa por parte do governo militar, Sergio Arouca defendia o acesso de toda a população às informações científicas. Com a abertura política e a redemocratização no país, essa sua postura se intensificou. Na época, ele havia sido nomeado presidente da Fundação Oswaldo Cruz e abriu as portas da instituição para a sociedade. Achava que os cientistas deviam participar da vida social e divulgar para a imprensa suas atividades, muitas vezes financiadas pelos impostos dos próprios cidadãos. Sua relação com os jornalistas sempre foi franca. Gostava de dizer a verdade, ainda que tivesse de denunciar irregularidades, como as praticadas pela "máfia do sangue". Respeitava a atividade jornalística. Com isso, conquistou respeito e admiração de profissionais da imprensa.

O Pasquim 21
Entrevista de Sergio Arouca concedida a Ziraldo, Zélio, Luís Pimentel, Jesus Chediak, Zezé Sack e Tatiana Molina em 27 de agosto de 2002. Fala sobre a trajetória política do médico e das principais lutas como sanitarista.
O PASQUIM 21; 27 ago.2002. ilus.

O eterno guru da Reforma Sanitária
Sergio Arouca fala ao Radis sobre sua luta pela Reforma Sanitária e faz um balanço dos avanços e das pendências do SUS em entrevista concedida em outubro de 2002.
RADIS. Comunicação em Saúde; out.2002. ilus.

Crise na saúde
Entrevista de Sergio Arouca concedida à revista Isto é em 12 de junho de 1996. Fala sobre a transformação do Sistema Único de Saúde em um modelo que se alimenta da exploração do doente por conta do lobby de donos de clínicas com influentes no Congresso Nacional.
ISTO É; 12 de junho de 1996. ilus.

A última entrevista
Sergio Arouca conta sua história em entrevista concedida a Christina Tavares, Wagner de Oliveira e Ricardo Valverde publicada em novembro de 2003.
REVISTA DE MANGUINHOS; nov. 2003. ilus.

Para ler

 

 

..